Make your own free website on Tripod.com

Romance policial

Bibliografia

ALBUQUERQUE, Paulo de Medeiros e. O mundo emocionante do romance policial. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1979.

AVERBUCK, Lígia (Org.) Literatura em tempo de cultura de massa. São Paulo: Nobel, 1984.

BASTOS, Francisco Inácio. Borges e o conto policial. Rio de Janeiro: Instituto de Letras da UERJ, 1998.

BELTRÃO, Luis. Sociedade de massa: comunicação e literatura. Petrópolis: Vozes, 1972.

BOILEAU-NARCEJAC. O romance policial. Trad. Valter Kehdi. São Paulo: Ática, 1991 (Fundamentos,86).

BORGES, Jorge Luis. Cinco visões pessoais. Brasília: Universidade de Brasília, 1985.

CANDIDO, Antonio et al. A personagem de ficção. São Paulo: Perspectiva, 1970.

CARPEAUX, Otto Maria. Destino do romance policial. Porto Alegre: (Província de São Pedro), Globo, 1946.

CARPEAUX, Otto Maria. Tendências contemporâneas na literatura. Rio de Janeiro: Ediouro, s/d, p. 126-129.
((Está no capítulo 2 da Parte X ("Literatura e realidade") da História da Literatura Ocidental, v. 8))

D'ONOFRIO, Salvatore. O conto policial de Edgar Allan Poe. In: ___. Teoria do texto 1 - Prolegômenos e teoria da narrativa. São Paulo: Ática, 1995. p. 166-178.

DARNTON, Robert. História da leitura. In: BURKE, Peter (Org.) A escrita da História. Trad. Magda Lopes. São Paulo: Edunesp, 1992.

EMERY, Edwin. Introdução à comunicação de massa. Trad. Edras do Nascimento e Jair Ferreira dos Santos. São Paulo: Atlas, 1973.

FIGUEREDO, Vera Lúcia Follain. O assassino é o leitor. Matraga – Revista do Instituto de Letras da UERJ. Rio de Janeiro, v. 2, n.4-5, jan-ago 1988.

GALVÃO, Walnice Nogueira. Saco de gatos; Ensaios críticos. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1976. p. 13-22 (Amado: respeitoso, respeitável), 121-123 (007 e seus valores).

GILSON, Etienne. Cultura e sociedade de massa. Trad. Teresa Filomena Saraiva. Lisboa: Moraes Editores, 1970.

GÓES, D. O sucesso, sem mistério, do romance policial. Entrelivros. São Paulo, Duetto Editorial, 2005. p.28-47.

GOLDBERG, Aline. Noir à brasileira no cardápio do mercado: as origens do gênero policial no Brasil e sua manifestação na contemporaneidade. Tese de doutorado. Rio de Janeiro: Instituto de Letras da UERJ, 2004.

JAMES, P. D. Segredos do romance policial: História das histórias de detetive. Trad. José Rubens Siqueira. São Paulo: Três Estrelas, 2012.

KOTHE, Flávio. A narrativa trivial. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 1994.

LINS, Álvaro. No mundo do romance policial. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Cultura (MEC); Serviço de Documentação, 1953.

LUCAS, Jeane. “Bufo & Spallanzani”: entre a literatura de massa e a literatura culta. 2004. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie.

MAGALHÃES JR., Raimundo. O conto policial. In: ___. A arte do conto; Sua história, seus gêneros, sua técnica, seus mestres. Rio de Janeiro: Bloch Editores, 1972, p. 207-226.

MANDEL, Ernest. Delícias do crime: História social do romance policial. Tradução de Nilton Goldmann. São Paulo: Busca Vida, 1988. (Capa Preta, 1).

MATTA, Luís Eduardo. Crime e mistério nas letras nacionais. 2004. Em http://www.digestivocultural.com/colunistas/imprimir.asp?codigo=1254 .

MESSA, Fabio de Carvalho. O gozo estético do crime - Dicção homicida na ficção contemporânea. Blumenau: Letranova, 2008.

PAES, José Paulo. As dimensões da aventura [sobre o romance de aventuras]. In: ___. A aventura literária: Ensaios sobre ficção e ficções. São Paulo: Companhia das Letras, 1990. p. 11-24.

___. Por uma literatura brasileira de entretenimento (ou: O mordomo não é o único culpado). In: ___. A aventura literária: Ensaios sobre ficção e ficções. São Paulo: Companhia das Letras, 1990. p. 25-38.

PECHMAN, Robert Moses. Cidades estreitamente vigiadas: o detetive e o urbanista. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2002.

POEPPEL, Hubert. Der brasilianische Kriminalroman – Kommunikation und Transkulturation. Mettingen: Institut für Brasilienkunde, 2004 (Tese de Livre Docência).

PUTZ, Claudia. Kunst da tun, wo sie niemand vermutet. Friedrich Dürrenmatt und der Kriminalroman. Projekt; Revista de cultura brasileira e alemã. São Paulo, v. 5, p. 34-37, dez. 1991.

REIMÃO, Sandra Lúcia. O que é romance policial. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1983 (Primeiros Passos, 109).

___. Dupin, Holmes e Cia. 1983. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Semiótica). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

___. Cicatriz de viagem. A literatura policial brasileira: Presença do cômico. 1987. Tese (Doutorado em Comunicação e Semiótica). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

___. Literatura policial no Brasil: Notas sobre uma transposição de modelos. 34 Letras. Rio de Janeiro, v. 4, p. 229-239, 1989.

___. Sherlocks locais: os protagonistas na literatura policial brasileira. Comunicação & Sociedade. São Bernardo do Campo, n. 16, p. 167-173, 1989.

___. Sobre a noção de best-seller. In: MELO, José Marques de; BRANCO, Samantha Castelo (Org.). Pensamento comunicacional brasileiro. São Bernardo do Campo: UMESP, 1998. p. 601-607.

___. Observações sobre a nova literatura brasileira de entretenimento – o caso das narrativas policiais (1992-2002). In: ADAMI, Antonio; HELLER, Barbara; CARDOSO, Haydée (Org.). Mídia, cultura e comunicação 2. São Paulo, 2003, p. 351-370.

SANTOS, Josalba Fabiana dos; GOMES, Carlos Magno; CARDOSO, Ana Leal (Org.). Sombras do Mal na literatura. Maceió: Editora UFAL, 2010.

SANTOS, Rosa Maria dos. O conto policial em Poe e Fonseca. 1998. Dissertação (Mestrado em Letras). UNESP – IBILCE, São José do Rio Preto.

SILVA, Deonísio da. O caso Rubem Fonseca - Violência e erotismo em “Feliz Ano Novo”. São Paulo: Alfa-Omega, 1983.

SILVA, Deonísio da. Nos bastidores da censura. São Paulo: Estação Liberdade, 1989.

SILVA, Dionísio da. Rubem Fonseca: proibido e consagrado. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1996.

SIMPSON, Amelia S. Detective Fiction in Brasil. Studies in Latin American Popular Culture. v. 7, p. 17-32, 1988.

SIMPSON, Amelia S. Detective Fiction from Latin America. Rutherford, London, Toronto: Fairleigh Dickinson University Press; Associated University Presses. 1990.

SODRÉ, Muniz. O romance policial. In: ___. Teoria da literatura de massa. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1978. (Biblioteca Tempo Universitário, 49).

SODRÉ, Muniz. Teoria da literatura de massa. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1978. (Biblioteca Tempo Universitário, 49).

___. Best-seller: A literatura de mercado. São Paulo: Ática (Princípios, 14).

TODOROV, Tzvetan. Tipologia do romance policial. In: ___. As estruturas narrativas. São Paulo: Perspectiva, 1969 (Debates, 14), p. 93-104.

VÁLIO, Simone Cristina. A permanência da esfinge: o romance policial de Rubem Fonseca: A grande arte, 2001. Dissertação (Mestrado em Letras). IEL, Universidade Estadual de Campinas.

 

Bibliografia: romances e contos policiais brasileiros

AMÂNCIO, Moacir (Org.). Chame o ladrão: Contos policiais brasileiros. São Paulo: Edições Populares, 1978. (Coleção Problemas Brasileiros - Série Policial, 2).

BELLOTTO, Tony. Bellini e a esfinge. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

CAMARANI, Ana Luiza Silva; LEITE, Sylvia Helena Telarolli de Almeida. Romance Negro de Rubem Fonseca: conto fantástico ou narrativa policial? Itinerários (UNESP). Araraquara, v. 26, p. 193-205, 2008.

CAVALHEIRO, Edgard; MENEZES Raimundo de. Histórias de crimes e criminosos: Uma antologia de contos brasileiros. São Paulo: Companhia Distribuidora de Livros; Civilização Brasileira, 1956.

COELHO, Luiz Lopes. O homem que matava quadros. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1961.

______. A morte no envelope: Contos policiais. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1962. [1ª edição: Civilização Brasileira, 1957]

______. A idéia de matar Belina. Rio de Janeiro: José Olímpio; Civilização Brasileira; Editora Três, 1974. (Literatura Brasileira Contemporânea, 27). [1ª edição: Editora Sabiá, 1968]

COELHO NETO, Henrique M., PEIXOTO, Afrânio, CORREIA, Viriato, & (pseudônimo de Medeiros e Albuquerque). O mistério. Folhetim publicado em 1920 no jornal A Folha.

FONSECA, Rubem. O cobrador. 3. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

______. Romance negro e outras histórias. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

______. Agosto. 3. ed.  São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

______. A grande arte. 12. ed., 6. reimpr. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

______. Bufo & Spallanzani. Rio de Janeiro: Francisco Alves.

GALVÃO, Patrícia. Safra macabra. Rio de Janeiro: José Olympio, 1998. [contos policiais publicados inicialmente em 1944 sob o pseudônimo de King Shelter na revista Detetive.]

GARCIA-ROZA, Luis Alfredo. O silêncio da chuva. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

______. Achados e perdidos. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

MELO, Patrícia. Acqua toffana. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

______. O matador. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

______. Elogio da mentira. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

MONTEIRO, Jerônimo (Seleção, prefácio e notas). O conto fantástico. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1959. (Panorama do Conto Brasileiro, 8).

SOARES, Jô. O Xangô de Baker Street. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

 

Links

Sherlock Holmes Brasil

The Sherlock Holmes Museum - página em inglês

Sherlockian Net - página em inglês

 

 

Voltar à Página Inicial